Calor: Dicas para assegurar a saúde do seu pet

A onda de calor que tomou conta, especialmente no sudeste, nos últimos dias está afetando a saúde de todos, inclusive, dos nossos pets.

Pensando nisso, elaboramos uma série de dicas para garantir o bem-estar deles nestes dias mais quentes e secos.

calor chamada post 590x393 Calor: Dicas para assegurar a saúde do seu pet

Reforçamos que este post é para a prevenção de problemas, não tente “resolver em casa”. Se seu cão ou gato apresentar qualquer sintoma, recomendamos fortemente a visita ao veterinário ou emergência veterinária. Não esqueça que a maioria deles usa “casaco de pele” o tempo todo e qualquer alteração mais significativa, que pode evoluir para os mais diferentes diagnósticos, só poderá ser verificada por um médico veterinário.

calor gatinho 727x605 Calor: Dicas para assegurar a saúde do seu pet

Crédito imagem: Shutterstock

Hidratação

O calor desidrata facilmente nossos animais e um quadro de desidratação pode levar ao óbito mais rápido do que se pensa.

Além de deixar água, muita água limpa e fresca disponível, você pode colocar pedrinhas de gelo nos potinhos para manter geladinha. Eles adoram!

Se você sair para trabalhar cedo e voltar tarde, certifique-se que deixou uma quantidade extra disponível. Pode ser numa bacia, por exemplo. (Você pode até ter que limpar uns xixis extras mas é melhor do que encarar uma desidratação).

Dica: Água de coco:

Eles podem e aqui a turma toda ama! É um isotônico natural, de baixa caloria, que contém sais minerais como sódio, fósforo e potássio, além de gorduras, carboidratos, proteínas e vitaminas A, B1, B2, B5 e C.

Tosa

Nestas épocas o ideal é presar pelo conforto térmico em prol da saúde deles. Raças com muitos pelos e subpêlos tendem a desidratar mais rapidamente: Labradores, Goldens, São Bernardos, Akitas e Huskys, por exemplo. Podem até ficar engraçados por um tempo, mas a saúde deles vale mais que isso.

calor 1 727x484 Calor: Dicas para assegurar a saúde do seu pet

Crédito imagem: Shutterstock

Ambiente/ Abrigo

Além do calor, a baixa umidade também afeta a saúde deles. Certifique-se que o pet está em ambiente fresco e protegido do calor. De maneira alguma, considere casinhas de plástico ou com teto de zinco um abrigo nestes dias, viram uma sauna. Coloque seu braço dentro para ver.

Vale tudo para refrescar: uma bacia para ele se refrescar, ventilador, umidificador e ar condicionado. Apenas lembre que o excesso de ar condicionado pode deixar o ambiente extremamente seco. Não saia para trabalhar sem verificar que seu pet estará em ambiente controlado até sua volta.

Na hora do passeio: leve água para você e para ele. Cuidado para não queimar as patinhas! Evite passeios com o sol a pino e teste com sua mão a temperatura do chão para evitar queimaduras.

Sintomas a serem observados: 

Prostração anormal, falta de apetite, não estar bebendo água normalmente, vômitos, diarreia, olhos e nariz com secreção atípica.

base post face 590x393 Calor: Dicas para assegurar a saúde do seu pet

Crédito imagem: Shutterstock

pixel Calor: Dicas para assegurar a saúde do seu pet