Abraçando Patinhas

Quando vi a proposta do Abraçando Patinhas não pude resistir afinal, do assunto adoção eu entendo! Vou contar a história da Dulce neste post.

Desta vez, o projeto Max em Ação vai ajudar a ONG ABEAC, que cuida de cerca de 1100 cães e 70 gatos.

minipatinhas ipad2 290x290 Abraçando PatinhasO mais legal é que a cada doação a Max coloca mais 50% em cima, ou seja, se você doar 10Kg de ração a instituição da ação Abraçando Patinhas receberá 15 Kg!

E você nem precisa se preocupar em levar pra lugar nenhum, eles vão entregar! Para doar agora clique aqui.

Quem já visitou alguma ONG ou protetor sabe que a realidade é muito mais dura que bela. É um trabalho árduo, feito por puro amor aos animais, em que se precisa de ajuda sempre. Que tal doar um pouquinho e saber que você tá ajudando a encher potinhos de comida?

Quem puder, peço de coração que considere. Além disso, quem puder adotar algum animalzinho também.

Em resumo, minha família toda sempre adotou. Aqui em casa são 3 no momento. Escolhi contar a minha história com a Dulce. A vira-lata mais linda do mundo (sim, todos os nossos cães são!) Hahaha.

DSC 0030 e1412803363399 290x290 Abraçando PatinhasAinda estudava na Feevale, em Novo Hamburgo no Rio Grande do Sul, e a faculdade ficava próxima a diversas comunidades carentes. De vez em quando, apareciam caixas com filhotes e o pessoal, me conhecendo, sempre dizia: “Dani, não vai lá, tem vários filhotes pulguentos“. Pronto, em questão de minutos a gente conseguia mobilizar um pessoal, alimentar e encaminhar os filhotes.

Certa vez, conversando com a avó do meu marido, ela comentou que estava querendo um filhotinho para fazer companhia. Na mesma semana, encontrei pelos corredores da faculdade uma filhota linda, sozinha, debaixo de um banco. Sozinha.

Fui até lá, alimentei com o que havia disponível no quiosque próximo (salsichas, muitas salsichas) e fiquei ali com ela. Eu tinha prova em seguida e meu amigo Rafael Schwendler foi, praticamente obrigado, incubido de cuidar dela até eu terminar a prova, voltar e ver o que fazer.

Bom, quando voltei lembrei da conversa com a vó, providenciei uma caixa de papelão no quiosque de lanches e entrei na van, sob olhares de nojo e frases do estilo “ai, q bicho pulguento“, “será que tá doente?” e afins. Fomos para casa.

Depois, a vó decidiu que não poderia ficar com ela, o Lucky se apaixonou de cara e…. isso já faz 11 anos. Não reparem minha cara, mas tenho o registro do momento que ela veio pra casa comigo e hoje, a verdadeira Firefox.

post patas 590x372 Abraçando Patinhas

Vocês não imaginam o quanto ela é amada. Vocês não podem imaginar o tamanho deste amor.

Mas antes de adotar, pense bem. Ter e manter um animal exige responsabilidade e disponibilidade.

O que é preciso para uma guarda responsável?

  1. Educação das crianças sobre a necessidade do respeito aos animais
  2. Denúncia e vigilância contra maus tratos aos animais
  3. Castração dos peludinhos pra evitar o abandono dos filhotes não planejados
  4. Vacinação para todos
  5. Visitas regulares ao veterinário
  6. Conscientização contra os abandonos, principalmente no final do ano
  7. Necessidade de auxílio aos cães e gatinhos mais idosos
  8. Alimentação digna e saudável
  9. Espaços adequados para a diversão e bem-estar
  10. Higiene constante do local onde moram e também deles mesmo

 Doe, adote, participe e faça a diferença!

Nós (eu, Lucky, Toddy e Dulce) já fizemos!

Obrigado pela sua doação danikoetz@gmail.com Gmail 590x370 Abraçando Patinhas

Outra hora conto a história de cada “editor” do Love Pet.

“Este post faz parte da blogagem coletiva do projeto Abraçando Patinhas, uma iniciativa do Rotaroots em parceria com a marca de ração Max – da fabricante Total Alimentos. Esta iniciativa reverterá na doação de 1 tonelada de ração para a ABEAC , ONG responsável pelo bem estar de cerca de 1100 cães. Saiba mais sobre o projeto no site do Abraçando Patinhas ou participando do grupo do Rotaroots no Facebook”
pixel Abraçando Patinhas